Sandro Mabel usa dinheiro da Fieg para fazer promoção pessoal e vangloriar-se do que não é

Desprestigiado presidente da Fieg, Sandro Mabel usa espaço publicitário em jornais custeado pelo dinheiro da entidade para fazer promoção pessoa e vangloriar-se do que não é. Na propaganda da federação, ele se autointitula como “principal voz em defesa da concessão dos incentivos fiscais”. Além torrar o dinheiro dos empresários em benefício próprio, ele não diz a verdade. Sandro está na periferia do debate sobre os benefícios das isenções de impostos, não é ouvido por Caiado e sequer foi convidado pela CPI instalada na Assembleias sobre o assunto. Ou seja, um zero à esquerda que tenta aparecer na propaganda da Fieg que, aliás, deveria falar da entidade e não de um vaidoso ex-político aposentado.