Morte do soldado Walisson: demora na elucidação do crime aumenta agonia da família

O jornal O Popular destaca na edição de hoje que o assassinato do soldado Walisson continua um mistério. Ninguém foi preso e a família da vítima tem poucas informações sobre o caso. Walisson foi morto dia 22 de setembro quando trabalhava em Aparecida de Goiânia. Ele e outros três colegas estavam numa viatura descaracterizada quando Walisson foi baleado na cabeça.