EXCLUSIVO: Wesley Batista pediu não só liminar para livrá-lo da CPI dos Incentivos, mas que a decisão fosse mantida em segredo de Justiça

Informação exclusiva e que chamou atenção dos deputados estaduais: além de requerer uma liminar que o livrasse de depor nesta segunda-feira na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, Wesley Batista, da JBS Friboi, reivindicou à Justiça que a CPI fosse proibida de divulgar à opinião pública que a liminar foi concedida – o que é absurdo.