Nos Cais de Paulo Garcia é assim, se o caso não é grave, o paciente nem é atendido

Um caso ilustra bem como está a saúde municipal da Capital. A reportagem da TV Anhanguera de 8 minutos mostra logo no começo a história de Nilza.

Ela está no Cais do Novo Horizontes às 7h30 e não foi atendida porque o estado clínico dela não foi considerado muito grave pela enfermeira.

“A enfermeira olhou para mim e disse: só vou atender as pessoas que estão passando muito mal. No seu caso, ou você pega encaminhamento e vai para outra unidade ou simplesmente volta mais tarde, pois só tem um médico atendendo”, desabafou.

E Nilza já estava esgotada, pois no final de semana já havia passado pelo Cais e não foi atendida porque não havia médico.

Lamentável.

Veja a reportagem. O caso de Nilza está logo no começo do vídeo.

http://g1.globo.com/videos/goias/jatv-1edicao/t/edicoes/v/pacientes-percorrem-unidades-de-saude-mas-nao-conseguem-atendimento-em-goiania/2693205/