PM afasta diretor de Colégio Militar após denúncias de que alunos foram obrigados a passar por revista nus, em Goiás

Informa o Site G1/Goiás que “o Comando Geral da PM afastou o diretor e outros dois policiais que trabalham no Colégio Militar João Augusto Perillo após uma aluna denunciar que ela e colegas foram obrigados a ficarem nus nos banheiros e passarem por revistas íntimas, na cidade Goiás”.

Em nota na qual informa sobre os afastamentos, o Governo de Goiás destaca ainda que foi determinada “a imediata instauração de procedimento administrativo, objetivando apurar os fatos relatados pelos alunos submetidos à busca pessoal”.

A revista aconteceu na sexta-feira (18) e teria ocorrido para verificar se eles estavam com drogas após uma denúncia de que estudantes estariam envolvido com tráfico.

Veja a reportagem completa: