Por falta de condições de trabalho, 398 médicos pediram demissão na Prefeitura no 1º semestre

O jornal O Popular desta terça-feira informa que “no primeiro semestre deste ano, 398 médicos pediram demissão da secretaria. A desistência desses profissionais em atender na rede pública do município foi maior no começo do ano, mas a situação ainda é preocupante. Hoje, o déficit varia de 12% a 15% do total de 1,8 mil profissionais que compõem os quadros da SMS. Somente no mês passado 43 médicos pediram demissão. Os números desse mês ainda não estão fechados. No entanto, sabe-se que pelo menos três clínicos gerais e duas pediatras que faziam plantão aos domingos no Cais Jardim Novo Mundo decidiram entregar os cargos.Em média, 92 médicos pediram demissão nos três primeiros meses do ano”.

Tudo por causa da falta de condições de trabalho e baixos salários pagos pelo prefeito Paulo Garcia.