Talles Barreto defende prudência no caso dos incentivos fiscais

Ao debater da tribuna o projeto de lei 5862/19 durante a sessão ordinária nesta terça-feira, 23, o deputado Talles Barreto (PSDB) aproveitou para também se posicionar em relação aos incentivos fiscais que estão sendo alvo de investigação na CPI instalada na Casa.

Ele destacou que está sendo criada uma crise de insegurança jurídica aos investidores do Estado. “Não tenha dúvidas que temos que acabar com o crédito moeda, quem o obteve já passou, daqui pra frente não daremos mais. Mas foi através de ações como esta, por mais questionáveis que sejam, é que melhoramos as vidas das pessoas e colocamos o Estado como uma das maiores economias do País”, observou.

Talles Barreto disse que naquele momento, quando foram criados os incentivos, as empresas não viriam para Goiás caso não fossem beneficiadas. “Não estou defendendo empresários ou segmentos. Estou defendendo esta Casa pois não podemos ser usados por governos fracos e que utilizam de uma CPI para criar implicâncias políticas. Amanhã seremos responsáveis por aquilo que hoje estamos realizando aqui. Goiás não consome 15% do que produz, então precisamos ter consciência e equilíbrios sobre alguns assuntos”, finalizou.

Por fim ele destacou que a CPI dos Incentivos Fiscais tem o objetivo de contribuir com o Estado e não afugenta empresários e sim o discurso do Governo Estadual que está criando insegurança com seu discurso.