Major acusado de estupro em Rio Verde já foi afastado pela Justiça Federal por suspeita de tortura e ocultação de cadáver

O major Cristiano Macena, acusado de estupro de duas menores em Rio Verde, tem histórico criminal na sua ficha corrida.

Ele e mais 16 militares foram afastados de suas funções na PM em janeiro de 2018 pela Justiça Federal depois de denúncia do Ministério Público Federal, que acusou o grupo de tortura e ocultação do cadáver de Celio Roberto Ferreira, morto em uma borracharia em Goiânia.

O crime foi federalizado “por ineficiência do Estado”.