AD

Calada e sem defesa, PM de Goiás passa no governo Caiado um dos piores momento de sua história

Um grande constrangimento toma conta da tropa e do oficialato da PM de Goiás diante do episódio do sequestro e estupro de duas menores em Rio Verde, cujos crimes foram atribuídos pela Polícia Civil ao major Cristiano Macena.

O silêncio do comandante geral, Renato Brum, bem como do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, e do governador Ronaldo Caiado, está incomodando a corporação militar, como se a PM de Goiás estivesse tomada de bandidos fardados.

Calada e sem defesa a PM goiana vive no governo Caiado um dos piores momentos de sua história.