Após ter prisão convertida, major acusado de estupro é exonerado do cargo

Após ter a prisão convertida em preventiva, o major Cristiano Silva de Macena, suspeito de ter estuprado duas irmãs, de 11 e 12 anos, em Rio Verde, no último dia 23 de outubro, foi exonerado do cargo de comandante da Companhia de Policiamento Especializado (CPE). As informações são do Comando Geral da Polícia Militar. De acordo com a nota, a corporação destaca que o cargo será ocupado pelo capitão Ronniery de Morais.