Cileide Alves diz que há escassez de líderes políticos em Goiânia a um ano da eleição

A um ano da eleição que vai escolher o próximo prefeito de Goiânia, o sentimento é de que faltam líderes políticos à altura da missão de administrar a Capital. É esta a conclusão a que chega a jornalista Cileide Alves em artigo publicado neste domingo em O Popular. Cileide diz que, até agora, o que há são “candidatos de si mesmos”, que se apresentam para disputa “com baixa capilaridade política, social e eleitoral”. “São representantes deste novo tempo, em que os partidos se tornaram meros joguetes eleitorais, descartados ao sabor dos ventos políticos. Resultado: eles não têm quem faça a mediação entre seus projetos e a sociedade”.