Padrasto nega ter agredido menino encontrado morto dentro de casa em Goiânia, diz polícia

“O adolescente de 17 anos, apreendido suspeito de matar o enteado, de 2 anos, nega o crime e diz que não agrediu a vítima, segundo a polícia. A criança foi encontrada com hematomas, sinais de asfixia e abuso sexual. A mãe da vítima, que tem 21 anos, também foi presa”, informa o site G1/Goiás.