Projeto que estabelece cota para negros em concursos públicos é rejeitado na CCJ da Assembleia

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa rejeitou, na tarde desta terça-feira, projeto de lei do deputado Karlos Cabral (PDT) que estabelecia cotas para negros em concursos públicos. A CCJ acatou parecer contrário de Henrique Arantes. A pérola ficou por conta de Humberto Teófilo (PSL), que disse não haver mais desigualdade de oportunidades entre brancos e negros no Brasil.