AD

Agenda de governo de Caiado e Bolsonaro é concentrada no arrocho aos servidores públicos

O governador Ronaldo Caiado (DEM) e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) eleger os servidores públicos como bodes expiatórios.

Todos os males do estado e do país são atribuídos ao funcionalismo público, que virou girau de pancadas da secretária estadual de Economia, Cristiane Schmidt e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os coitados dos barnabés sofrem rasteiras de todos os tipos, a começar pela reforma da previdência e, agora, com o pacote de maldades de Paulo Guedes.

A agenda dos governos Caiado e Bolsonaro é concentrada em ferrar os servidores públicos.