Prefeito de Nova Crixás afronta Ministério Público e há cinco dias não recolhe lixo da cidade

O prefeito de Nova Crixás, Ailton Barreto (DEM), o Barretinho, suspendeu o serviço de coleta de lixo há cinco dias em retaliação a vereadores da oposição, que questionam pedido de suplementação de verba para a prefeitura.

Com a suspensão do serviço de coleta de lixo, Barretinho afronta o Ministério Público, que, diante das ameaças feitas pelo gestor por meio de carro de som e em vídeos veiculados nas redes sociais, recomendou dia 11 de outubro último que ele mantivesse a normalidade administrativa da prefeitura de Nova Crixás.

Ao comprar briga com o Ministério Público, Barretinho coloca em risco sua gestão, abalada depois que Polícia Civil realizou operação na prefeitura em setembro passado e prendeu secretários municipais por prática de corrupção.

Na cidade, comenta-se que vereadores da oposição preparam pedido de impeachment de Barretinho.

Leia a íntegra das recomendações do Ministério Público ao prefeito de Nova Crixás:

17_41_16_293_Recomendação_Nova_Crixás_não_interrupcao_servico_publico_essencial