Alexandre Frota: ‘Bolsonaro se tornou a cara do autoritarismo, do fascismo e da burrice’

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) voltou a fazer duras críticas ao governo Bolsonaro, do qual era forte aliado e ajudou a eleger presidente. Ex-PSL, o parlamentar enumera, em entrevista à Época, uma série de promessas não cumpridas pelo chefe do Planalto, como a de “governar para todos” e não “para familiares”.

“Ele prometeu governar para todos e não ser ideológico. E o maior exemplo: ele falou que iria acabar com a farra na cultura e que faria uma reforma na Lei Rouanet. Não fez uma reforma na Lei Rouanet, fez uma maquiagem na lei. A cultura está um desastre”, criticou.

“Bolsonaro se tornou a cara do autoritarismo, do fascismo, da burrice, da velha política. Bolsonaro é ilusionista, mentiroso, trabalha para o maior charlatão do Brasil Olavo de Carvalho, que nem pode vir ao Brasil. Bolsonaro tem um governo ideológico, só governa para amigos e familiares. Assumo que foi um erro pedir voto e votar nessa figura”, completou.