Talles Barreto se manifesta contra projeto que altera o Produzir

Durante discussão de matéria, o deputado Talles Barreto (PSDB) se manifestou contra o projeto  7130/19, de autoria do governo, que altera a Lei nº 13.591, de 18 de janeiro de 2000, que institui o Programa de Desenvolvimento Industrial de Goiás (Produzir).  Talles considera que a proposta acaba com incentivos fiscais, o que vai causar fechamento de empresas e desemprego.

Para Talles, os incentivos são a mola mestra do desenvolvimento de Goiás. “Houve uma transformação do nosso Estado. A industrialização mudou cidades como Anápolis e Aparecida de Goiânia. Aparecida era apenas um cidade dormitório de Goiânia e hoje é um dos municípios mais industrializados”, pontua.

O deputado afirma que o governo “quer mudar as regras no meio do jogo”, sem debater com os segmentos interessados. “O governo se esquece que é com a ajuda dos empresários que está pagando a folha do funcionalismo em dia”, afirmou.

Talles enumerou, entre outros pontos a favor do governo anterior, que Goiás era o 17° em IDH e hoje é o sétimo Estado e que o Vapt Vupt foi um exemplo para o Brasil. “Quantos jovens se formaram com a bolsa universitária. Quem aqui não conhece o Crer, um dos melhores hospitais de fisioterapia do Brasil?”, questiona.

Para o deputado, a vida dos goianos se transformou porque a arrecadação aumentou, mas sem incentivos, o estado se tornará pouco atrativo para empresas.