Anápolis: vereador anuncia ação contra a Enel pela demora na implantação de eletricidade na zona rural

O vereador João da Luz informou que está preparando uma ação civil com pedido de mandado de segurança contra a Enel, pela demora na implantação de energia elétrica na zona rural, embora seja uma determinação da lei, definida a partir da prerrogativa da universalização desse serviço.

“Temos trabalhadores que moram na zona rural que tem dificuldade em empreender, pois não há energia elétrica, cuja implantação é uma obrigação do Estado”, ressaltou.

João da Luz comentou que o morador da zona rural está sendo enrolado há muito tempo pela Enel, por isso a medida mais enérgica via Poder Judiciário.

“Vamos levar adiante porque a paciência acabou. Fizemos um pedido para que a Enel atenda a zona rural, a empresa não se negou, mas o serviço está agendado para 2023, 2024, o que é um absurdo”, disse.

João da Luz informou ainda que foi convidado pelo deputado estadual Amilton Filho (SD) para estar em uma reunião da CPI da Enel, e que pretende levar essa demanda dos moradores da zona rural até a Assembleia Legislativa.

Ele frisou que há propriedades na região que aguardam a chegada da energia elétrica há dez anos. O vereador pediu que aqueles que vivem situação semelhante, que procurem seu gabinete, visando o fortalecimento dessa ação civil.