Vereador Deusmar Barbosa, de Catalão, é condenado por propaganda eleitoral irregular

Vereador de Catalão, Deusmar Barbosa (DEM) foi condenado por propaganda eleitoral irregular em uma escola durante sua campanha para deputado estadual, em 2018, na qual foi derrotado. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO), o parlamentar deverá pagar multa no valor de 5 mil UFIRs. Cada UFIR equivale a cerca de R$ 3,55.

O Ministério Público Eleitoral apontou, na representação, que a Escola Municipal Patotinha de Catalão, durante a eleição, publicou mensagens de apoio e fotos do ex-candidato a deputado estadual. A Lei n.º 9504/97 veda esse tipo de atuação. O post foi feito na conta do Facebook da instituição.

Thadeu Aguiar, advogado do vereador, explica que a postagem, feita por Daniela Borges de Lima, foi publicada na conta da escola por engano. Foi reforçado, ainda, que nem Deusmar e nem a coligação orientaram a pessoa a declarar apoio publicamente.

Cabe recurso à condenação. Além de Barbosa, foram condenados Daniela Borges de Lima (responsável pelas fotos e publicação) e a coligação “A Mudança é Agora III” (DEM, PTC, PMB e PSC).