Único “benefício” que Caiado conseguiu até agora pelo apoio incondicional a Bolsonaro foi o envio dos repatriados de Wuhan para Goiás

O governador Ronaldo Caiado cumpre agenda praticamente todos os dias em Brasília com o pires na mão em busca de socorro financeiro para Goiás.

Os périplos do governador pela capital federal, porém, têm se revelado infrutíferos: das torneiras do governo central não saiu nenhuma gota de dinheiro para dar alento à gestão caiadista.

O único “benefício” que Caiado conseguiu até agora foi um presente de grego do presidente Jair Bolsonaro: o envio para Goiás dos repatriados de Wuhan, epicentro da pandemia do coronavírus na China.

Com um detalhe: Caiado ficou sabendo da decisão de Bolsonaro pela imprensa e engoliu o “presente” goela abaixo sem qualquer resistência.