Depois de tirar cargos, Caiado corta emendas de Eduardo do Prado e Humberto Teófilo por “traição”

Agindo com o fígado, o governador Ronaldo Caiado suspendeu o pagamento de emendas de R$ 1 milhão cada que havia franqueado aos deputados Delegado Eduardo do Prado ( PV) e Delegado Humberto Teófilo (PSL) quando eram integrantes da base governista na Assembleia Legislativa.
 
Os dois foram expulsão da base e perderam cargos no governo depois que votaram contra matérias que suprimiram direitos dos servidores públicos no final do ano passado.
 
Prado e Teófilo tinham destinado as emendas para unidades de saúde de municípios que representam.
 
A dupla de delegados promete infernizar a vida de Caiado na Assembleia.