Compra de álcool em gel do governo Caiado barrada pelo TCE foi publicada no Diário Oficail de 24 de março

A secretaria de Educação alegou emergência e concretizou a compra de 100 mil unidades de frascos de 500 ml de álcool em gel com sobrepreço na data de 23 de março de 2020, conforme Nota de Empenho publicada no Diário Oficial do Estado do dia 24 de março de 2020.

A compra, no valor R$ 1,865 milhão, foi realizada junto à empresa Científica Médica Hospitalar Ltda. e acabou  barrada pelo conselheiro do TCE-GO,  Saulo Mesquita, que apontou a aquisição do mesmo produto por menos de um terço da por unidade da quantia gasta pela Secretaria de Segurança Pública.

O setor de licitações e compras do governo Caiado não está cheirando bem e vivou caso de polícia: já surgiram irregularidades nas aquisições sem licitação da Secretaria da Saúde, o que levou o governo a fazer intervenção na pasta na esteira do ruidoso caso da compra de 300 mil testes para coronavírus de empresa de fundo quintal da periferia de Goiânia.

Isso sem contar a escandalosa compra de camarão e lagosta para a mordomia de Caiado no Palácio das Esmeraldas, fato que resultou na demissão da chefe de licitação da secretaria da Casa Miltar.