Globo volta a ser hostilizada ao vivo e populares gritam “Globolixo”

Após Renato Peters ter sido interrompido no ar por uma simpatizante do presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira (10), a jornalista Mariana Aldano também foi hostilizada nesta terça-feira (14).

Mariana estava na porta de uma agência da Caixa Econômica Federal em Francisco Morato, na Grande São Paulo, quando dois homens saíram da fila e começaram a gritar “Globolixo”.

A imagem rapidamente foi cortada para o estúdio e o apresentador César Tralli demonstrou estar assustado com o situação.

Assista: