Venezuela em Goiás: “Nicolás” Caiado raciona papel higiênico em Goiás

Portal Novo Norte – O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), começou a limitar a compra de alimentos, itens de higiene e proteção individual no estado.

Cada pessoa está limitada a comprar apenas duas unidades de produtos de higiene e proteção individual e a cinco unidades de alimentos em todos os supermercados do estado desde quarta-feira (15).

Em caso de descumprimento da medida, a multa é de R$ 1 mil reais contra o estabelecimento comercial que não cumprir com as cotas de racionamento.

Conforme a lei, o valor das multas será revertido para o Fundo Estadual de Saúde (FES) ou a um fundo específico de combate ao coronavírus.

Vale lembrar que não existe, de parte do governo federal, nenhuma informação ou alerta sobre um possível desabastecimento desses produtos devido ao isolamento social.