Ao contrário de Doria e Witzel, Caiado cede às pressões e libera o comércio, mas agora vê a vaca indo pro brejo

O governador Ronaldo Caiado (DEM) cedeu às pressões e precipitou na flexibilização da quarentema em Goiás.

Agora, quatro dias depois do novo decreto, faz ameaças e já fala em recuar das medidas de liberação do comércio que tomou.

Ao contrário de Caiado, os governadores joão Doria (São Paulo) e Wilson Witzel (Rio de Janeiro) não queimaram a largada e mantém os seus estados sob controle.