Covid-19: Buriti Alegre compra testes porque não recebeu os kits do governo Caiado

Sem receber testes do governo de Goiás, por meio da secretaria estadual da Saúde, a prefeitura de Buriti Alegre comprou 80 testes rápidos do novo coronavírus (Covid-19) para examinar seus profissionais de saúde.

Um deles, que mora na vizinha Itumbiara, foi diagnosticado com a doença após fazer um teste na rede privada. Servidores que tiveram contato com o profissional infectado e apresentaram sintomas leves não puderam fazer testes enviados pelo Ministério da Saúde (MS).

Os cerca de 30 mil testes rápidos enviados para Goiás pelo Governo Federal são direcionados para profissionais de saúde ou da área de segurança, e seus familiares, que apresentam sintomas. No entanto, segundo o prefeito de Buriti Alegre, André Chaves (MDB), a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) não enviou testes para a cidade porque considerou que o local de residência do profissional, com teste positivo na rede privada, era outra cidade.