Eduardo Bolsonaro: “Moro não era ministro, era espião”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ironizou, em mensagem no Twitter, o tempo de duração do depoimento do ex-ministro de Justiça e Segurança Pública Sergio Moro à Polícia Federal ontem, em Curitiba.

Eduardo disse que “Moro não ministro”, mas sim “espião” no governo de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro. O ex-ministro pediu demissão do cargo alegando tentativa de interferência na Polícia Federal com a exoneração de Maurício Valeixo.

O depoimento de Moro durou mais de 8 horas. Segundo informações da Globonews, ele teria confirmado as acusações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre crimes de interferência política na PF e apresentou novas provas entre áudios, troca de mensagens e e-mails.