Depois de ceder às pressões, inclusive de pastores evangélicos, Caiado admite explosão de casos de covid-19 em Goiás

A coisa está ficando feia depois que o médico e governador de Goiás, Ronaldo Caiado, cedeu às pressões das entidades empresariais e dos pastores evangélicos e flexibilizou o isolamento social em Goiás.

O próprio governo de Goiás, no boletim emitido neste domingo (3), anuncia que o estado já alcançou 850 casos confirmados de coronavírus, com 30 mortes.

“Com o aumento rápido dos casos em nosso estado, é preciso que a população siga com o isolamento e a higienização constante das mãos. E, se possível, fique em casa”, anotou o comunicado do governo.