Caiado ignorou vereadores e Gabinete Militar será mesmo fechado na Câmara de Goiânia

O Gabinete Militar da Câmara Municipal de Goiânia vai mesmo ser encerrado. Vereadores tentaram se reunir com o governador Caiado, mas tomaram um chá de cadeira e nada foi resolvido. A crise teve início quando o vereador Clécio Alves deu um chilique contra policiais militares que tiraram seu filho da galeria da Casa. Clécio disse que, por ele, nem haveria policial militar na Câmara.

Imediatamente, o comando-Geral decidiu encerrar as atividades. Os policiais que atuavam na Câmara já foram transferidos para outros batalhões.