Região da 44 atua para voltar a funcionar em 1º de junho. Comércio está fechado desde março

Comerciantes e empresário da 44 atuam para que a região volte a funcionar no dia 1º de junho. Eles tentam convencer a prefeitura de que, tomando as medidas de segurança, é possível retomar as atividades no polo de moda. A região da 44 está fechada desde o primeiro decreto de isolamento social, emitido ainda em março. A associação que representa lojistas e comerciantes diz que o prejuízo é incalculável e defende a volta controlada das atividades.

A associação montou uma lista com medidas que deverão ser tomadas para que o comércio na região volte a operar. Escalonamento de horário para abertura, proibição de estacionamento de carros nas ruas e avenidas, controlar a chegada de caravanas de compras, lavar e desinfectar ruas e calçadas, disponibilizar álcool gel e vetar a atuação de pessoas do grupo de risco; essas são algumas das medidas que seriam adotadas pelos comerciantes.