Nova Lei das Fake News vai atingir em cheio o gabinete do ódio de Caiado

A Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, que altera o Marco Civil da Internet, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais e o Código de Defesa do Consumidor, estabelecendo uma série de critérios para coibir a disseminação de fake news, vai atingir o modus operandi do gabinete do ódio de Caiado, montado no Palácio para atingir jornalistas que criticam o governo e oposicionistas.

A nova legislação, já intitulada de Lei das Fake News, está sendo votada a partir desta terça, 2 de junho, no Senado e em seguida passará pela Câmara, representando um avanço considerável no combate à propagação de notícias falsas no Brasil.