Justiça mantém decisão de Cristiano Cunha e afasta Kowalsky da direção do Partido Verde metropolitano

Afastado da presidência do diretório metropolitano do PV pelo presidente estadual Cristiano Cunha, Kowalsky do Carmo Costa Ribeiro ocupava o cargo por meio de uma tutela cautelar, porém a justiça decidiu mantér a decisão do partido e afastar Kowalsky do comando: “Um homem mal intencionado, belicoso, jamais terá espaço em um partido plural, justo, democrático e autônomo como o Partido Verde de Goiás”, comentou Cristiano Cunha.
A desembargadora Elizabeth Maria da Silva observou que compete à Comissão Executiva Estadual resolver as questões políticas de organização de caráter urgente; nomear, modificar e cancelar Comissões Executivas Municipais.