Lêda Borges pede ao governo estadual linha de crédito para donos de escolas particulares de Goiás

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) defendeu que o governo estadual disponibilize linha de crédito aos donos de escolas particulares de ensino básico de Goiás. O objetivo é auxiliar instituições privadas durante o período de crise causado pela pandemia do novo coronavírus.

Segundo a parlamentar, a linha de crédito terá juros de 0,8%, carência de 12 meses para o proprietário da escola começar a pagar, bem como parcelamento em até 48 vezes.

Lêda Borges ressaltou que o impacto da pandemia na renda das famílias gerou um colapso no sistema de educação com alto índice de inadimplência das mensalidades escolares e o cancelamento de matrículas.

De acordo com ela, além do desemprego de profissionais do ensino que a falência de escolas particulares gera, ocorrerá a inevitável migração de parte dos alunos para a rede pública, havendo o risco de que não haja vaga e estrutura para todos.

“A disponibilização de uma linha de crédito aos proprietários das escolas particulares é medida de emergência para evitar a falência das mesmas”, afirmou.