Em meio à pandemia e à crise política, arrecadação estadual registra queda de quase 20%

“De janeiro a março, a arrecadação cresceu R$ 442 milhões, mas em abril e maio houve queda de R$ 750 milhões”, disse a secretária. “Quando você pega todo o período, de janeiro a maio, a gente tem uma perda de R$ 306 milhões da receita corrente liquida acumulada”.

Cristiane afirmou ainda que o crescimento de 39,52% do setor agropecuário não teve muita influência no cenário, uma vez que a produção é destinada para a exportação. “Tivemos números positivos com relação ao agronegócio, mas isso vai para exportação e não fica ICMS para o estado”.

Ele prevê dificuldacfe para quitar a folha dos servidores. “Se não fosse a reforma da previdência, com certeza não estaríamos dando conta.”