Empresa Reunidas suspende operação e tira ônibus do transporte coletivo das linhas de Goiânia

A Viação Reunidas (VR), uma das concessionárias do transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia, anunciou a suspensão temporária das operações. A empresa alega que manteve os serviços operando no vermelho por quase 90 dias. A Viação Reunidas já comunicou à CMTC a suspensão do trabalho.

O último dia de operação da VR foi no sábado (13). A empresa tem, atualmente, mais de 400 funcionários. Eles ainda não receberam salários e vale alimentação referentes ao mês de maio. Segundo o diretor executivo, Henrique Vinícius da Paz, sendo uma sociedade anônima, a Reunidas tem balanços publicados e auditados regularmente e afirma que “o problema existente não se trata de má de gestão, muito pelo contrário”.

As dificuldades financeiras das concessionárias são citadas frequentemente pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo e Passageiros de Goiânia e Região Metropolitana (SET). A entidade alega que, após a determinação do governo estadual de que, a partir de 20 de março, os ônibus poderiam transportar apenas passageiros sentados, as empresa não têm crédito para pagar funcionários e fornecedores.

Segundo a Viação Reunidas, não havia outro caminho até haver uma análise favorável de crédito bancário já solicitado, ou um dos planos de recuperação do sistema em discussão com o poder público terem efetividade.