Deputado da base de Caiado diz que governo tem dinheiro para pagar promoções a militares

Em documento enviado ao governador Ronaldo Caiado (DEM), o deputado Coronel Adailton (PP), que integra a base do governo, afirma que há, sim, dinheiro para pagar as promoções de 2019 aos  bombeiros e policiais militares. Ele pede que a diferença seja paga ainda na folha de julho.

Segundo o deputado, o impacto financeiro mensal das promoções de praças e oficias gira em torno de R$ 3,7 milhões/mês, sendo que o Estado tem economizado, mensalmente, R$ 6,5 milhões com a folha desses profissionais.

Além do parlamentar, o texto é assinado pelos presidentes da Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiros Militar em Goiás (Assof), Anésio Júnior; da Associação dos Subtenentes e Sargentos do Estado de Goiás (Assego), Luis Cláudio de Jesus; e da Associação dos Cabos e Soldados de Goiás (ACS-GO), Gilberto de Lima.

Nele, é explicado que houve transferência de 511 PMs para a reserva remunerada, o que gerou redução dos custos da folha; a desconvocação de 200 policiais; bem como o fim do abono de permanência para 682 agentes, desde abril.

“Somando os valores acima descritos, constatamos que ocorreu a redução total na folha de pagamento dos Policiais Militares ativos no montante de R$ 6.539.467,13, o que justifica a implementação dos efeitos financeiros das promoções de 2019.”