Vila Nova completa 77 anos de história

Por Renato Dias – Nascido em 29 de julho de 1943, o Vila Nova completa, nesta quarta-feira, 77 anos de História. Como o maior depósito de glórias do Centro-Oeste do Brasil. O time, de origem popular e operária, nasceu no bairro da Vila Nova. Pobre. Humilde. Sob o impacto da construção de Goiânia. A invenção de Pedro Ludovico Teixeira. Com a nova capital. Para esvaziar o poder da Cidade de Goiás. O interventor de Getúlio Vargas em Goiás após a Revolução de Outubro de 1930. Com o suporte de Gercina Borges Teixeira, primeira-dama do Estado, do padre Giuseppe Balestiére, de linhagem católica apostólica romana, além do coronel Francisco Ferraz de Lima.
Com uniforme em vermelho e branco, a raça como marca, o time virou uma paixão popular. Para se ter uma exata noção, do ano de 2010 ao ano de 2020, dez anos consecutivos, o maior público pagante e presente, no Estádio Serra Dourada, o Templo do Futebol Goiano, é o de 2015, Vila Nova versus Londrina, final do Brasileirão. Quase 50 mil pessoas. Dados oficiais. Tanto da CBF quanto da Federação Goiana de Futebol [FGF]. O presidente do Vila Nova, Hugo Jorge Bravo, capitão da Rotam, torcedor de arquibancada que executa um sonho desde criança, comanda, hoje, uma live, com a missão estratégica: levar o clube de volta às séries B e A.
Veja a galeria com as fotos de grandes times do tigre da vila famosa: