Caso Danilo: padrasto e filho adotivo de pastor são presos acusados de matar o garoto

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (31/7), dois suspeitos do assassinato de Danilo de Souza, de 7 anos. Segundo os investigadores, Reginaldo Lima Santos, padrasto da criança, e Hian Alves foram detidos em Abadia de Goiás.

De acordo com a polícia, ambos os suspeitos alegaram ter cometido o crime como forma de “vingança” por maus comportamentos da vítima.

O menino, que estava desaparecido desde 21 de julho, foi encontrado morto na última segunda-feira (27), nas proximidades de um córrego do Parque Santa Rita, em Goiânia. Segundo laudo pericial, a causa de sua morte foi sufocamento.