“Vida pautada pelo trabalho, correção e retidão”, diz Baldy após denúncia

Após a denúncia do Ministério Pública Federal (MPF) por corrupção e organização criminosa, nesta terça-feira (18), a assessoria do ex-deputado federal por Goiás e presidente do Progressistas, Alexandre Baldy, afirmou, por nota, que secretário licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo é um empresário e industrial com todo o seu patrimônio declarado. “Vida pautada pelo trabalho, correção e retidão.”

Investigado na Operação Dardanários, o progressista é acusado de receber propinas entre 2014 e 2018. Segundo as investigações, ele faria a intermediação para recebimento de valores atrasados pela organização social Pró-Saúde do governo do estado de Goiás na época. O recurso teria sido utilizado como caixa 2 da campanha a deputado federal de Baldy.

Os supostos crimes teriam ligação com contratos ligados ao governo de Goiás e à Fiocruz e foram denunciados a partir de relatos de delação premiada da Lava Jato. Há inclusão de provas, com vídeo, dos encontros de Rodrigo Dias, primo do ex-deputado, com os delatores, o que comprovaria o recebimento dos valores.

Por fim, a assessoria informa que a defesa do ex-deputado toma todas as providências para comprovar a inocência de Baldy. O ex-deputado chegou a ser preso pro determinação da Justiça do Rio de Janeiro, mas acabou sendo liberado pelo ministro Gilmar Mendes.

Leia a nora dadefesa de Baldy:

“Alexandre Baldy é empresário e industrial, tem sua vida pautada pelo trabalho, correção e retidão, seja no setor privado ou público. Sempre esteve e segue à disposição para esclarecer quaisquer questões sobre a sua vida ou as funções públicas as quais exerceu.

Todo o seu patrimônio é declarado, inclusive os mencionados nas peças apresentadas na medida cautelar. Todas as providências na defesa para que a inocência de Alexandre Baldy seja comprovada estão sendo tomadas.”