Escândalo Afipe: Padre Robson era o rosto principal da Festa de Trindade

Decepção, surpresa, revolta, tristeza… São alguns dos sentimentos colhidos nas redes sociais diante do escândalo da Afipe, revelado pelo Ministério Público na semana passada. Padre Robson, grande figura da Igreja Católica em Goiás, viu sua imagem ficar totalmente arranhada, com acusações de desvio dinheiro de fiéis.

Padre Robson, há pelo menos uma década, era o principal rosto da Festa Trindade. A Romaria do Divino Pai Eterno, sob a batuta de Robson, cresceu de forma exponencial, ganhou fama mundial, atraindo milhões de pessoas todos os anos. Novo, de boa retórica, de aparência agradável, Padre Robson era o polo de atração e convergência de toda a programação religiosa de Trindade.

Agora, o religioso se vê numa situação delicada. O MP o acusa de desviar mais de R$ 100 milhões em recursos que chegavam das mais diversas formas à Basílica. Como o escândalo vai repercutir na cidade, no dia a dia e na Festa, ninguém sabe ainda, mas o fato é que Trindade não será mais a mesma.