Ex-governador lamenta morte do jornalista Washington Novaes

Em nota publicada nas redes sociais, o ex-governador Marconi Perillo manifestou pesar pela morte do jornalista Washington Novaes, ocorrida na última segunda-feora (24)

Marconi disse que Novaes fez história com seu idealismo e levou a cultura indígena do país para o mundo. Ele lembrou que conheceu o jornalista em 1986, durante a campanha de Henrique Santillo ao governo de Goiás.
“Foi um homem à frente do seu tempo e que deixa um legado enorme para o Brasil. Sua obra vai seguir viva em nossa memória e vai sempre nos guiar no caminho da humanidade e do respeito ao próximo”, completou.
Leia a íntegra da nota:
Goiás e o Brasil estão em luto com a perda do grande brasileiro Washington Novaes. Um homem que fez história com seu idealismo e levou a cultura indígena do País para o mundo. Conheci Washington em 1986, na campanha de Henrique Santillo, na elaboração do programa de governo. Quando eu cursava Direito, tive o privilégio de levá-lo à PUC-GO para palestra sobre Direitos Humanos e Povos Indígenas. Admiro Washington desde o filme Kuarup, que ele produziu com muito talento e mostrou seu amor pela causa indígena e pelo meio ambiente.
Em meus governos, tive a honra de receber de Washington várias ideias, como colaborador que ele foi nas áreas de meio ambiente e cultura. Washington era jornalista, produtor, pesquisador; mas, acima de tudo, um idealista. Um homem à frente do seu tempo e que deixa um legado enorme para o Brasil. Sua obra vai seguir viva em nossa memória e vai sempre nos guiar no caminho da humanidade e do respeito ao próximo.