Hacker que extorquia padre Robson fugiu da cadeia em 2016 e nunca mais foi visto

O hacker Welton Ferreira Nunes, que estava preso na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), fugiu da delegacia pela porta da frente em 2016.

Welton, que agora ficou conhecido por liderar o esquema de extorsão contra o padre Robson de Oliveira e ter um suposto romance com o religioso, foi preso e saiu um mês depois pela porta da frente da delegacia, em fuga colocada como suspeita de de ter sido facilitada mediante pagamento de propina.

Ele foi preso há quatro anos, no âmbito da Operação Reis do Gado, suspeito de liderar um grupo de roubo de bovinos em Goiás. Welton ficou detido na carceragem da Deic , em Goiânia, que era monitorada por funcionários da Delegacia Estadual de Capturas (Decap).

No dia 1º de julho de 2016, ele saiu da cela no momento em que outros presos eram tirados para serem levados para audiências de custódia. O caso só veio à tona sete dias depois, sendo noticiado pela mídia no dia 7 de julho.