Operação investiga funcionários da prefeitura de Edéia: esquema teria desviado R$ 2,6 milhões

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap) realiza na manhã desta terça-feira, 22, a operação Mestre de Obras que investiga esquema criminoso no município de Edéia. São cumpridos 14 mandados de Busca e Apreensão e nove afastamentos de funções públicas. Entre os investigados estão secretários municipais e servidores da prefeitura. Os mandados estão sendo cumpridos na sede da prefeitura e na residência de alguns dos investigados pelas autoridades.

A investigação, iniciada em março deste ano, apura esquema criminoso de fraudes em vários procedimentos licitatórios para execução de obras públicas realizadas pelo município de Edeia entre os anos de 2013 a 2020. Os investigadores estimam que os valores supostamente desviados podem ultrapassar a casa dos R$ 2,6 milhões.