Letalidade pela Covid em Aparecida é a 2ª menor nas cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes

Segundo dados da última semana disponíveis na plataforma SUS Analítico, Aparecida de Goiânia tem a segunda menor taxa de letalidade por Covid-19 dentre as cidades brasileiras com mais de meio milhão de habitantes. O índice mostra a proporção de mortes em relação ao número de casos confirmados da doença. Em Aparecida, o segundo município mais populoso do Estado, no último dia 23, a taxa estava em 1,36%, ficando atrás apenas de Florianópolis (SC), que apresentava 1,04% de letalidade.

Além de ser a única cidade goiana dentre os nove municípios com os menores índices no País, Aparecida também possui menor letalidade do que todo o Estado de Goiás (2,24%), o Centro-Oeste brasileiro e o País (3,0%), de acordo com os dados da plataforma. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) atribui esses resultados à estratégia de “testar, monitorar e cuidar” adotada na cidade desde o início da pandemia para proteger as pessoas.

Alerta para a população

“Tenho repetido que, apesar dos resultados positivos, todos devem continuar seguindo as medidas de proteção, como o uso das máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento social sempre que possível. A pandemia não acabou e ainda não há vacina disponível. Depende de todos nós deter, ao máximo possível, a disseminação do coronavírus e, dessa maneira, evitar mortes. Já foram mais de 400 vidas perdidas e isso nos entristece profundamente” enfatiza o secretário de saúde Alessandro Magalhães.

Como exemplos da estratégia que contribui para a baixa letalidade, o gestor destaca que, em cerca de seis meses de enfrentamento à pandemia, a SMS implantou 240 leitos hospitalares exclusivos para a Covid-19 e testou em massa a população com o melhor exame para diagnóstico, o RT-PCR. Mais de 120 mil testes já foram realizados na cidade pela Prefeitura.

Amplo monitoramento

Além da testagem e ampliação de leitos, o secretário também atribui a baixa letalidade ao monitoramento precoce dos doentes. Ele salienta que a SMS já acompanhou mais de 30 mil pacientes diagnosticados com a Covid-19 por meio de sua Central de Telemedicina e monitorou cerca de 700 pacientes dos grupos de risco por meio de um programa que oferece exames laboratoriais a cada 48 horas, tomografia e empréstimo de oxímetros. “A estratégia de acompanhamento precoce e adequado dos casos positivos evita a transmissão do vírus, o agravamento da doença e os óbitos em decorrência de complicações pela infecção. O programa funciona tão bem que, apesar dos idosos e doentes crônicos serem os mais suscetíveis ao agravamento, apenas 4% dos que participaram do monitoramento precisaram de internação e 1,3% necessitaram de UTI ”, afirma.

Confira o ranking dos menores índices de letalidade por Covid-19 entre as cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes (dados do dia 23/09):

Florianópolis – 1,04%
Aparecida de Goiânia – 1,36%
Joinville – 1,51%
Caxias do Sul – 1,52%
Brasília – 1,69%
Feira de Santana – 1,70%
Campo Grande – 1,77%
Uberlândia – 2,02%
Aracaju – 2,07%