Familiares e amigos prestam última homenagem ao Bispo Abigail Almeida

Exemplo de fé e liderança nacional da Assembleia de Deus, o Bispo Abigail Carlos de Almeida, deixa seu legado sobre uma história de vida marcada pela devoção e fé. Começou a servir como auxiliar da igreja em 1952, quando tinha apenas 17 anos. Aos 85 anos, o Bispo deixa a esposa Nair de Almeida e 8 filhos, sendo um deles o candidato a prefeito de Goiânia Samuel Almeida (PROS), além de 20 netos. A despedida veio em forma de homenagem e causou grande comoção entre amigos e familiares.

O cortejo que saiu da sede da igreja Ministério Fama na tarde deste domingo (8/11), percorreu trajeto até o cemitério Jardim das Palmeiras, onde aconteceu o sepultamento. Com chuva de pétalas de rosas, o caminho foi guiado de emoção pelas pessoas presentes. Na chegada ao cemitério, houve ainda apresentação da banda da Polícia Militar de Goiás. “Hoje estamos nos despedindo do melhor pai do mundo, amigo e parceiro”, afirmou Samuel emocionado.

“Uma história que jamais vai se apagar. Espero Que Deus conforte os corações da minha família e da família Assembleia de Deus Ministério Fama. Que Deus possa ouvir nosso clamor, nossos corações estão em pedaços”, disse Abigail Almeida Filho, irmão de Samuel.

Autoridades políticas e religiosas estiveram presentes para prestar solidariedade a Samuel e sua família. Entre eles o filho do candidato a prefeito de Goiânia Maguito Vilela, Daniel Vilela; os também candidatos Vanderlan Cardoso e Major Araújo; o prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha; o Deputado Federal João Campos; o vereador Oséias Varão e o Pastor Oídes do Carmo, vice-presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Conamad).

“Ao saber do passamento do Irmão Abigail disse: a terra está ficando vazia. A toda igreja Ministério Fama deixo o nosso carinho e a minha solidariedade mais uma vez a família, aos filhos e a matriarca, Bispa Nair”, diz Bispo Samuel Ferreira.

A primeira atuação do bispo Abigail como dirigente foi na igreja em Turvânia, em 1954. Também atuou nos municípios de Adelândia, Itaguaru, Ceres, Gurupi (TO), até que, em 7 de agosto de 1983, foi empossado presidente na Assembleia de Deus Ministério Fama, em Goiânia.

No ano passado, sofreu uma queda e passou por uma cirurgia na coluna, vinha se recuperando bem. Mas, em outubro deste ano precisou ser hospitalizado novamente. Deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Órion, em Goiânia, no dia 21 de outubro, véspera de seu aniversário de 85 anos. O Bispo vinha reagindo bem ao tratamento, até que na quinta-feira (5/11), foi diagnosticado com a Covid-19. Faleceu na madrugada deste domingo (8/11) em decorrência de complicações da doença causada pelo novo coronavírus. Samuel não terá agenda nesta segunda-feira (9/11).

Luto oficial

O governador Ronaldo Caiado decretou, na tarde deste domingo (8/11), luto oficial de três dias em Goiás, pela morte do bispo Abigail Carlos de Almeida. Mais cedo, Caiado divulgou nota de pesar em condolência aos familiares e amigos. “Ao partir, deixa imensas saudades em todos os que tiveram o privilégio de com ele conviver, mas, fortemente, ficam o seu testemunho e sua imensa obra que transformou milhares de vidas”, concluiu o governador.