TJ-GO escolhe lista tríplice com nomes para vaga do Quinto Constitucional

Em sessão ordinária do Órgão Especial, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) elegeu na manhã desta segunda-feira (16/11) a lista com os três nomes que vão disputar a vaga destinada à advocacia para ocupar um cargo de desembargador no tribunal, a chamada Lista Tríplice. Foram os escolhidos: Anderson Máximo de Holanda (19 votos, no 1º escrutínio), Alexandre de Morais Kafuri (12 votos, no 2º escrutínio) e Antônia de Lourdes Batista Chaveiro Martins (13 votos, no 3º escrutínio).

Caberá, agora, ao governador Ronaldo Caiado escolher o nome do novo desembargador a ocupar a vaga destinada à advocacia. Os representantes do TJ, ao lado do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, irão se reunir, às 15 horas, no gabinete do governador, para entregar o nome dos três escolhidos.

A votação foi realizada de forma remota, em transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do TJ-GO (clique aqui para assistir à votação). Além dos desembargadores, também estiveram presentes: o procurador-geral do Ministério Público de Goiás, Aylton Flávio Vechi, e os candidatos da lista sêxtupla, enviada pela OAB, no último dia 3 de novembro (Alexandre de Morais Kafuri, Antônia de Lourdes Batista Chaveiro Martins, Anderson Máximo de Holanda, Marcelino Assis Galindo, Ricardo Baiocchi Carneiro e Sônia Maria Carneiro Caetano Fernandes).

Atualmente, o TJ-GO tem 42 cargos de desembargadores, sendo que 41 estão ocupados, provenientes de carreira na magistratura, do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) e da advocacia.

“São três nomes de alto gabarito. Tenho certeza que o governador Ronaldo Caiado, no exercício de sua prerrogativa, terá a sabedoria de escolher o melhor nome para ser desembargador, que honrará a história da advocacia goiana”, afirmou Lúcio Flávio Paiva, após a divulgação da lista.