Denúncia da Folha: às vésperas da eleição, Dilma entrega casas sem água e luz

Você sabe que está em ano eleitoral quando a presidente Dilma Rousseff (PT) passa a viajar pelo país  e (isso mesmo) entrega  moradias sem água e energia elétrica.

Não é o Goiás 24 Horas que diz isso. É a imprensa nacional e a própria população. “De janeiro a esta terça (15), quando visitou duas cidades baianas, a pré-candidata à reeleição passou 51 dias em deslocamentos pelo país, marca 13% acima do mesmo período de 2011 e 34% ante 2012”, diz a “Folha de S. Paulo”.

Mas para todo mundo, Dilma Rousseff diz que é boa samaritana e que só está governando.  A presidenta tem afirmado que não vai fazer campanha eleitoral neste ano. A “Folha” não perdoou  a ex-militante de esquerda e mostrou que a presidente passou três anos e não construiu uma obra significativa: “Sem obras de impacto para entregar, já que vitrines como ferrovias e transposição do rio São Francisco seguem longe das metas iniciais, ela tem focado as cerimônias de viagens em ações de alcance local. Participou este ano de 11 eventos para entregar retroescavadeiras e outras máquinas a prefeitos”. Isso mesmo, o leitor leu bem: retroescavadeiras.

A “Folha” denuncia o maior descalabro quanto a um dos principais programas da presidenta, o “Minha casa, minha vida”. Em Vitória da Conquista (BA), Dilma  entregou nesta semana 1.740 unidades. “Parte delas, porém, mesmo já com os novos moradores, segue sem luz e água encanada”, diz a “Folha”. Na verdade, a maioria não tem o básico para que os habitantes possam morar com dignidade.