Acuado, presidente da Câmara aciona Conselho de Ética para pressionar vereador petista

Acusado de proteger os interesses do multimilionário grupo Hypermarcas, o presidente da Câmara de Goiânia, vereador Clécio Alves (PMDB), acionou o Conselho de Ética da Casa para estudar punição ao vereador Djalma Araújo (PT). Com isso, Clécio busca intimidar e calar a voz do petista, que se levanta contra a construção do centro de distribuição do grupo em Goiânia.

O Conselho vai verificar se houve quebra do decoro parlamentar por parte do vereador Djalma Araújo, durante votação de pedido de vistas ao seu requerimento de Audiência Pública para discutir a instalação da empresa Hypermarcas próximo ao Campus da UFG. O pedido de vista foi feito pelo vereador Clécio Alves, o que acabou gerando reação do vereador petista que teria ofendido o presidente da Casa.