Paulo Garcia deixa disputa ao governo e sugere a Gomide que faça o mesmo

Desmoralizado pelos baixos índices de popularidade e acuado pelos fatos negativos que arrasaram a sua gestão em 2013, o prefeito Paulo Garcia (PT) anunciou nesta segunda-feira, em reunião com o secretariado, que não vai se desincompatibilizar do cargo para disputar o governo do Estado.

Além de tirar o próprio time de campo, Paulo Garcia sugeriu ao prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), que faça o mesmo em nome da aliança com o PMDB. Paulo afirmou que é preciso valorizar as postulações previamente colocadas pelo partido aliado.

Na esteira das declarações do chefe, o secretário de Governo do município de Goiânia, Osmar Magalhães, afirmou que é “um erro” dividir a oposição a Marconi Perillo (PSDB) em várias candidaturas.

E aí, Gomide? Concorda?