Doutor da alegria na Saúde: Paulo Garcia cria mais 285 cargos sem concurso

A crise na Saúde pública em Goiânia serve como pretexto para o prefeito Paulo Garcia criar mais 285 cargos sem concurso na Prefeitura de Goiânia, no mais novo trem da alegria no serviço público. A desculpa é que os cargos precisam ser ocupados com urgência para atenuar o caos no atendimento médico em Goiânia, mas na verdade os novos postos serão usados para agasalhar apadrinhados políticos do prefeito e dos vereadores.

Aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, o projeto de autoria do Prefeito Paulo Garcia promove amplas alterações na estrutura organizacional da Secretaria Municipal de Saúde, além da criação de 285 cargos. A matéria segue em tramitação na Câmara e motiva discussões no Plenário.

O vereador Geovani Antônio (PSDB) acredita que o projeto veio para a Câmara sem discussão. “Já mereceu críticas do Sindisaúde. É um projeto muito sério e que precisa de mais discussão”, critica.

A líder do prefeito na Casa, Célia Valadão (PMDB), ressalta que as contratações já estavam previstas para atender a demanda do setor em Goiânia. “O projeto é necessário para melhorar a estrutura da saúde na capital”, conclui.